Peço desculpa a todos pela baixa atualização de postagens no blog

segunda-feira, 23 de janeiro de 2012

Raças - Chow Chow

Chow Chow o cão de andar estiloso

Próximo a minha casa há 2 Chow Chow (a mãe e o filhotinho) e, para falar a verdade, esse cachorro é muito lindo. Por apresentar uma aparência bastante peculiar, o famoso cachorro de "língua azul" encanta muitas pessoas com seu comportamento calmo e educado. Assim resolvi falar mais sobre essa bela raça. Leia mais sobre eles:
Chow Chow o cão de andar estiloso

O Chow Chow é um cão exótico e tem duas características anatômicas únicas: A boca e língua na cor violeta escura e um andar estiloso, devido a ausência de angulação dos membros posteriores.

Apesar de ser muito usado como cão de companhia, ele também é um ótimo cão de guarda que late pouco. É bem tranquilo e reservado (não é do tipo que faz festa), é independente e chega até ser teimoso e um pouco difícil de se treinar.

É um cão de temperamento calmo, independente e corajoso. É fiel e apegado ao seu dono, mas não é do tipo que costuma demonstrar muito. Muito desconfiado com estranhos.

 História da raça

O Chow Chow provavelmente se originou na Mongólia, onde foi considerado nos primórdios da história o guardião dos templos contra as influências dos espíritos malignos.

As origens do Chow Chow são muito antigas e ele já era representado em pinturas e vasos na China  desde a dinastia Han ( de 206 AC a 22 DC ). Embora não exista consenso sobre as origens dos chow chows, é provável que eles sejam resultantes do acasalamento entre cães tipo spitz e cães molossos, provavelmente do dogue do tibete, o que explicaria muitas de suas características físicas. 
Chow Chow / Foto: Google Imagens

Os chineses possuem uma lenda sobre a tal "língua azul" do cão a qual diz que durante a criação do universo, quando Deus resolveu pintar o céu de azul, teria deixado cair algumas gotas de tinta no chão, então, um Chow Chow, que observava o trabalho, lambeu as gotas ficando com a boca azulada.


Na China  o Chow Chow era utilizado em diversas funções, desde cão de tração, cão de guarda, de combate e de caça, até mesmo, infelizmente, como alimento e como animal de pele. Existiam criações de cães desta raça voltadas exclusivamente para o abate, pois sua carne era, e ainda é, considerada uma iguaria em muitas regiões da Ásia, além disso sua pele era apreciada para a confecção de roupas e agasalhos, não apenas na Ásia mas também em algumas regiões da Europa. A raça chegou a Europa pela primeira vez em 1820, levado por tropas inglesas, os primeiros Chow Chows, foram considerados animais tão exóticos, que foram exibidos em um zoológico na Inglaterra. Em 1865 a rainha Vitória recebeu um exemplar e em 1887 a criação do Chow Chow foi iniciada na Inglaterra. A criação inglesa desta raça visava, principalmente, suavizar seu temperamento, tornando a raça mais sociável, sem perder suas características físicas únicas. Dentre as personalidades importantes da época que adotaram o Chow Chow como cão de estimação estão Sigmund Freud e Konrad Lorenz.

O pelo farto próximo ao rosto, lembra a juba de um leão. Por isso, o Chow Chow é mais conhecido na China como Songshi Quan, que significa cão leão empolado.

Mais Sobre a raça

Chow Chow / Foto: PetMag
Existem duas variedades de Chow Chow, uma de pêlo longo, outra de pêlo curto, sendo que a primeira é muito mais difundida. Ele não costuma se dar bem com outros cães, especialmente se forem do mesmo sexo. A raça, por seu temperamento independente, não está entre aquelas predispostas a obedecer (76ª colocação no ranking de inteligência canina de Staley Coren) e exigirá paciência e dedicação do seu dono.

Por ser meio desconfiado e “na dele”, recomenda-se que o Chow Chow seja sociabilizado com outros cães e pessoas desde cedo, mas sempre supervisionado pelo dono. Apesar do jeitão indiferente, o cão é sensível, carinhoso, e pode até ficar doente no caso de ausência prolongada do dono.

Cuidados e Dicas
Chow Chow Filhotes / Foto: Clique Animais

O Chow Chow por ser um cachorro de porte grande, vive melhor se dispor de um quintal grande para poder se exercitar, além disso deve ser levado para passear com frequência. A sua pelagem deve ser escovada diariamente, banhos muito frequentes devem ser evitados, nunca deve-se deixar este cão se secar sozinho, secadores são necessários devido a pelagem muito densa que não permite que ele se seque completamente, se deixado para secar por conta própria, o que pode causar o aparecimento de fungos. Esta raça pode estar sujeita à incidência de displasia e de entrópio, males genéticos que podem ser evitados com a escolha consciente do filhote e dos pais da ninhada.

Dados 

Altura:Macho: de 48cm a 56cm
Fêmea: de 46cm a 51cm
Peso:Macho: de 20kg a 25kg
Fêmea: de 18kg a 20kg
Grupo:Grupo 5 – Spitz asiáticos
Funções:Companhia, caça, tração, pastoreio e guarda
Grau de atividade:Baixo
Pêlo:
Pêlo longo: longo, abundante, denso, eriçado, muito abundane na juba enos culotes, possui sub-pêlo lanoso 
Pêlo curto: abundante, denso e reto; menos eriçado, textura felpuda, não
lisa.
Cor:Preto unicolor, vermelho, azul, fulvo, creme ou branco, com nuanças, mas sem manchas. Sob a cauda e na face posterior das coxas, a cor é mais clara.
Nome de origem:Chow Chow
País de origem:China / Patronagem: Grã-Bretanha
Registro FCI:205

Comentários
2 Comentários

2 Comentários:

Obrigado por participar!
Para comentar NÃO é preciso ter conta no blogger, basta deixar comentário como "Anônimo", só não esqueça de:
* deixar seu nome
* dizer de que cidade/Estado você é
* deixar seu e-mail caso necessite de resposta
Ao deixar seu comentário você automaticamente autoriza sua publicação.
Abraço, Gustavo
Fleur de Lótus disse...

Olá gostaria de parabenizar pela matéria tenho um exemplar da raça são realmente doceis.
Adoro o meu bebe que se chama Mayke e o nosso mascote

Beatriz Chincoli disse...

Tenho uma cadela Chow Chow.
É Show minha QUERIDA Ming.

Postar um comentário

  ©Meu amigo cao - Todos os direitos reservados.

Editor desse Blog:Gustavo Sacchi

Template by Dicas Blogger | Topo